02 setembro, 2013

Resenha: Amante Meu, Irmandade da Adaga Negra

Olá pessoal! Mais uma resenha da série dos amantes pra vocês *-*
Espero que curtam o/ 


Editora: Universo dos Livros
Ano: 2012
Páginas: 607
John Matthew já percorreu um longo caminho desde que foi encontrado vivendo entre os humanos, mas de natureza vampira desconhecida. Recolhido pela Irmandade, ninguém poderia adivinhar qual é sua verdadeira história ou sua real identidade. A bela Xhex lutou contra a atração que sentia por John, mas o destino provou aos dois que o amor é inevitável. 

 Hello people! Essa semana vou falar do oitavo livro da saga da Irmandade da Adaga Negra: Amante Meu. Antes de começar a falar sobre o livro, eu preciso confessar uma coisa pra vocês, J. R. Ward se superou nesse livro. Ao longo da saga, todos os livros são muito bons, mas Amante Meu tem um quê que me conquistou inteiramente. Até então o único que me conquistou tanto foi Amante Desperto. Não me entendam mal, todos os livros são ótimos, mas Amante Meu traz uma emoção e uma intensidade que nos outros talvez possa ter sido esquecido. Agora vamos falar sobre esse livro incrível!
Ao fim de Amante Revelado, temos a grande surpresa quando a Xhex é sequestrada por Lash, afinal ela é uma grande guerreira, mas ele infelizmente possui os seus truques. Em Amante Meu, é contada toda a forma como ela foi mantida presa por Lash, seus truques impedem até mesmo uma sympath de fugir e ela fica sem esperança de fugir, mas nunca para de lutar.
Do outro lado da cidade, temos John, que ama Xhex, mesmo tendo se decepcionado após ver a forma como ela enxerga a relação que eles tiveram. Seu maior desejo é conseguir chegar até ela, salvá-la e matar o Lash com suas próprias mãos. Ao longo do livro, Xhex consegue se livrar de sua prisão (claro que não vou contar como :D)e ela é encontrada pela Irmandade. E é nesse ponto que o relacionamento de Xhex e John começa a engrenar e eles dois conseguem manter uma relação. Dois lutadores com o mesmo objetivo, a história não é fácil. Mas eles vão ter que optar entre caçar aquele que destruiu as suas vidas ou viver sua história de amor.
E foi nesse ponto que o livro me conquistou. A forma como J. R. Ward descreveu a história deles, e criou a ligação entre os dois foi lindo! Vemos uma transformação enorme nos personagens sem que eles deixem de serem eles mesmos. A intensidade e a emoção tomam conta do livro, sem que ele perca a ação, a reviravolta e os momentos engraçados. É o meu livro favorito da saga depois de Amante Desperto. E eu vou com certeza relê-lo.
Me digam o que acharam caso tenham lido ou caso leiam depois de ler a resenha. Até a próxima! Xx











Obs: Essa resenha foi primeiramente publicada e feita por mim, para o blog La Petite Marie, na qual faço parte a mais de um ano.

2 comentários:

  1. Oie, vim visitar e seguindo.
    Meninaaa, enxerida! Vc já está no oitavo?! #Desmaio, não li nenhum ainda e só tenho os dois primeiros :s
    Quero muito começar a leitura e se conquistada como você!
    Beliscões carinhosos da Máh :)
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, e estou tentando arduamente conseguir terminar essa série HUHASUHAUHUSA
      Awn, se voce curte esse tipo de história, pode se jogar que vai amar *-*
      Como aguenta ter um livro desse e não ler? Guerreira kkkkk
      Beijinhos :*

      Excluir